Entendendo os pactos

Hebreus 10

9 agora disse: Eis-me aqui para fazer a tua vontade. Ele tira o primeiro, para estabelecer o segundo.
10 É nessa vontade dele que temos sido santificados pela oferta do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez para sempre.
11 Ora, todo sacerdote se apresenta dia após dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar pecados;
12 mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, assentou-se para sempre à direita de Deus,
13 daí por diante esperando, até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés.
14 Pois com uma só oferta tem aperfeiçoado para sempre os que estão sendo santificados.
15 E o Espírito Santo também no-lo testifica, porque depois de haver dito:
16 Este é o pacto que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, e as escreverei em seu entendimento; acrescenta:
17 E não me lembrarei mais de seus pecados e de suas iniqüidades.
18 Ora, onde há remissão destes, não há mais oferta pelo pecado.
Vamos estudar?
Vamos entender o que está escrito no verso 9?
9 agora disse: Eis-me aqui para fazer a tua vontade. Ele tira o primeiro, para estabelecer o segundo.
O primeiro pacto consistia de uma oferta anual realizada pelo Sumo sacerdote, ao qual esta oferta era pelo pecado do povo, porém esta oferta era falha, pois não operava o abandono do pecado no povo, então todo ano deveria se repetir o ritual.
Quando o segundo pacto foi estabelecido por Jesus Cristo, mediante Ele mesmo sendo, tanto o Sumo Sacerdote como também o sacrifício, proporcionou que Jesus pudesse selar todos aqueles que aceitassem este sacrifício, mediante o Espírito Santo, onde através do Espírito a pessoa pudesse ter mudança em seu interior ao qual, isto arrancaria o pecado da vida da pessoa, ou seja, ela deixaria e deixará cada vez mais de pecar.
Temos bem explicado o que aqui está exposto nos versos 11 ao 13.
11 Ora, todo sacerdote se apresenta dia após dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar pecados;
12 mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, assentou-se para sempre à direita de Deus,
13 daí por diante esperando, até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés.
Já no verso 10 temos
10 É nessa vontade dele que temos sido santificados pela oferta do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez para sempre.
Esta oferta realizada por Jesus é eficiente, pois não necessita ser repetida, é realizada uma vez só para cada pessoa que aceitar e é um selo eterno, que aperfeiçoará a pessoa para a eternidade, para a vida eterna. Temos também a explicação deste no verso 14.
14 Pois com uma só oferta tem aperfeiçoado para sempre os que estão sendo santificados.
Nos versos 15 e 16 temos o atuar do Espírito que é enviado por Jesus, o Espírito é o selo naquele que aceita este pacto.
15 E o Espírito Santo também no-lo testifica, porque depois de haver dito:
16 Este é o pacto que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, e as escreverei em seu entendimento; acrescenta:
Vemos aqui a clareza do segundo pacto, onde as Leis não mais se encontrariam nem em pedras e nem em papel, mas nos corações das pessoas, teriam o entendimento.
Este processo só foi possível mediante o sacrifício de Jesus que, vencendo a morte, e tendo todo o crédito, pois nunca pecou, pôde nos enviar o Espírito Santo que no encaminha em todo o processo de santificação, nos aperfeiçoando.
Não podemos esquecer que o pecado na vida do cristão tem de ser um acidente, pois o mesmo não pode viver na prática do pecado sem se corrigir e abandonar seus atos pecaminosos.
1 João 3
6 Todo o que permanece nele não vive pecando; todo o que vive pecando não o viu nem o conhece.
7 Filhinhos, ninguém vos engane; quem pratica a justiça é justo, assim como ele é justo;
8 quem comete pecado é do Diabo; porque o Diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo.
9 Aquele que é nascido de Deus não peca habitualmente; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus.
Shalom

Publicado por ministeriorg

Uma mulher que só encontra sentido na vida em realizar trabalhos para o Senhor, este Blog é um destes trabalhos, pois ainda tenho muitos outros trabalhos, todos destinados a adorar e a exaltar a Deus pelas suas maravilhas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: