O crente religioso

Mateus: 6. 6. Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará diante dos homens. 7. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos. 8. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes. – Bíblia JFA Offline

Intimidade com Deus. É isto o que o Senhor está ensinando. Quem é a pessoa que levaríamos ao nosso quarto? Aquela que somos íntimas,  isto é,  a conhecemos sem barreiras e somos conhecida dela.

Quem já não pensou, “preciso me desabafar”? Então, devemos desabafar com aquela pessoa que deveria ser a mais íntima,  o Senhor.

Filipenses: 4. 6. Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; 7. e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. – Bíblia JFA Offline

Petição, suplica e agradecimento, devemos apresentar ao Senhor.

Mas e quando realizamos orações em voz alta? Qual tem de ser a finalidade para isto?

O objetivo das orações em alta voz tem de ser a edificação de quem está à nossa volta, de outra forma, não haveria sentido.

1 Coríntios: 14. 26. Que fazer, pois, irmãos? Quando vos congregais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação. – Bíblia JFA Offline

Jesus também, certa vez, fez a oração assim, oncostume de Jesus era orar ao Senhor quieto, intimamente, pois aquele que se encontra no Senhor não necessita falar audivelmente para ser ouvido, mas ao estar prestes de ressuscitar Lázaro, diante de todos Jesus orou em voz alta e deixou claro que estava fazendo assim para que os que estavam à volta vissem que Ele era íntimo do Senhor e que o milagre que iria realizar provinha de Deus.

João: 11. 41. Tiraram então a pedra. E Jesus, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, graças te dou, porque me ouviste. 42. Eu sabia que sempre me ouves; mas por causa da multidão que está em redor é que assim falei, para que eles creiam que tu me enviaste. – Bíblia JFA Offline

Para aquele que não realiza a vontade de Deus, não adianta gritar, berrar e espernear, Deus não escuta orações de corações que não o obedecem.

João: 9. 31. sabemos que Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém for temente a Deus, e fizer a sua vontade, a esse ele ouve. – Bíblia JFA Offline

O objetivo da oração tem de ser altruísta e não egoísta.

Tiago: 4. 3. Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. – Bíblia JFA Offline

Deus se agrada de um coração contritado.

Salmos: 51. 17. O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus. – Bíblia JFA Offline

O Senhor não ouvirá os pedidos daquele que se nega a se render e a realizar os conselhos do Senhor, nem mesmo as suas ofertas são aceitas, são ofertas vãs.

Mateus: 5. 23. Portanto, se estiveres apresentando a tua oferta no altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, 24. deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai conciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem apresentar a tua oferta. – Bíblia JFA Offline

Shalom

Publicado por ministeriorg

Uma mulher que só encontra sentido na vida em realizar trabalhos para o Senhor, este Blog é um destes trabalhos, pois ainda tenho muitos outros trabalhos, todos destinados a adorar e a exaltar a Deus pelas suas maravilhas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: