Não espere reconhecimento

2 Coríntios 6: 3. não dando nós nenhum motivo de escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado; 4. antes em tudo recomendando-nos como ministros de Deus; em muita perseverança, em aflições, em necessidades, em angústias, 5. em açoites, em prisões, em tumultos, em trabalhos, em vigílias, em jejuns, 6. na pureza, na ciência, na longanimidade, na bondade, no Espírito Santo, no amor não fingido, 7. na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça à direita e à esquerda, 8. por honra e por desonra, por má fama e por boa fama; como enganadores, porém verdadeiros; 9. como desconhecidos, porém bem conhecidos; como quem morre, e eis que vivemos; como castigados, porém não mortos; 10. como entristecidos, mas sempre nos alegrando; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, mas possuindo tudo. – Bíblia JFA Offline

Não irei comentar sobre todos os tópicos, mas sobre alguns pontos. Temos aqui as características daquele que realiza o trabalho ao Senhor. Vamos analisar algumas.

“não dando nós nenhum motivo de escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado”

Temos de buscar realizar todas as coisas de forma a não escandalizar as pessoas. Logo, temos de tomar cuidado no vestir, no andar,  no falar e principalmente no viver, pois de outra forma, se vivermos em contrariedade ao que pregamos, as pessoas que convivem conosco irão se escandalizar.

Porque temos de tomar cuidado com os escândalos?

Romanos 2

24 Assim pois, por vossa causa, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios, como está escrito.

Os escândalos fazem com que as pessoas blasfemem contra Deus em vista que não vêem a mudança que deveria operar em nós e pior ainda, isto faz com que muitos criem resistência para virem por este caminho. Quem não ouviu ou não falou, antes de se tornar cristão?

“É por isto que eu não viro crente, pois eu não sendo crente não faço tais atitudes”

Outro ponto que devemos ver mais minuciosamente.

“no Espírito Santo” e “na palavra da verdade”

O trabalho tem de ser realizado no Espírito Santo e baseado na Palavra da Verdade, pois de outra não surtirá nenhum efeito.

Não somos nós que temos condições de convencer as pessoas à Palavra e muito menos, de fazê-las entender.

A Palavra é de Deus e é esta que surte efeito, inteira, íntegra, sem cortes, sem disfarces.

João 16

8 E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo:

Como vemos é o Espírito que convence o homem a entender a Palavra que aponta os seus pecados e não a “eloquência” do pregador ou a “excelente” forma de ensinar do mestre.

Isaías 55

11 assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.

A Palavra quando lançada surtirá efeitos nos ouvidos de quem ouviu, ela jamais voltará vazia para Deus, muito pelo contrário, realizará o propósito ao qual foi lançada, se foi lançada para gerar arrependimento, assim será, se é palavra para santificação, assim será.

Não importa se a pessoa irá demostrar na hora que não entendeu, sim, ela entendeu e isto irá mover em seu interior até que surta o efeito esperado por Deus.

Às vezes o pregador pode pensar que uma determinada pessoa se converteu pela sua “pregação”, oras isto é presunção, pois as coisas não ocorrem assim, leva-se tempo cultivando, então aquela pessoa que após a sua pregação aceitou a Jesus, com certeza ela já é fruto de muitas outras pregações, por inúmeras pessoas, além de fruto de oração de muitas pessoas, o mérito não é do pregador do momento, mas do Espírito Santo que usou várias pessoas, durante um determinado período de tempo, cuidando para que aquela pessoa viesse ao arrependimento.

E por último

“por honra e por desonra, por má fama e por boa famacomo enganadores, porém verdadeiros”

Alguns honram ao que trabalham para o Senhor, mas uma grande maioria, tanto de ímpios quanto também de “justos”, desonram, muitas vezes até levando má fama, mesmo quando não damos motivos para tal e o pior, somos chamados de “enganadores” levando a palavra que é verdadeira.

Mas podemos esperar por isto mesmo, se até Jesus passou, porque nós não iríamos passar?

João 7

11 Ora, os judeus o procuravam na festa, e perguntavam: Onde está ele?

12 E era grande a murmuração a respeito dele entre as multidões. Diziam alguns: Ele é bom. Mas outros diziam: não, antes engana o povo.

Veja uns falavam bem de Jesus, outros falavam mau, e ainda o chamavam de enganador.

Será assim também conosco, não devemos nos iludir.

Os de nossa casa serão os principais a realizar tais atitudes.

Mateus 10

36 e assim os inimigos do homem serão os da sua própria casa.

As pessoas mais próximas, de sua cidade por exemplo, são as que mais irão questionar a autoridade de Cristo em sua vida.

Lucas 4

24 E prosseguiu: Em verdade vos digo que nenhum profeta é aceito na sua terra.

e

Marcos 6

4 Então Jesus lhes dizia: Um profeta não fica sem honra senão na sua terra, entre os seus parentes, e na sua própria casa.

O galardão daquele que trabalha para o Senhor será no céu e não no meio de homens.

Que seja o Senhor glorificado e que muitos possam ser salvos.

Shalom

Publicado por ministeriorg

Uma mulher que só encontra sentido na vida em realizar trabalhos para o Senhor, este Blog é um destes trabalhos, pois ainda tenho muitos outros trabalhos, todos destinados a adorar e a exaltar a Deus pelas suas maravilhas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: