Vivendo conforme a oração modelo

Mateus 6

9 Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome;

10 venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;

11 o pão nosso de cada dia nos dá hoje;

12 e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores;

13 e não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. [Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre, Amém.]

Devemos viver o que pregamos e também nos habituar a viver o que oramos. De outra forma seremos hipócritas e com certeza jamais estaremos enganando a Deus, mas a nós mesmos, vivendo uma vida convencidos de que somos convertidos, sem na realidade o ser.

A oração do Pai Nosso é um modelo deixado por Jesus sobre o que se deve ter em nossas orações e por consequência, em nossos corações. Pois a boca somente pode falar do que está cheio o coração, em Mateus 12:34 Jesus fala para os líderes religiosos que eles tem uma índole de víboras, pois com falsidade buscam a Ele, suas falas e ações no entanto, não se assemelham ao que está em seus corações. Não devemos ser assim.

A oração do Pai Nosso começa por mostrar o reconhecimento de quem é Deus, onde é o Seu lugar e que a Sua vontade tem de ser Soberana. Devemos ter o reconhecimento disto em nossos corações, de que Deus está acima de tudo e de todos, que Sua morada é nas alturas, ou seja, somente Ele é Altíssimo e que todos devem reconhecer que sua vontade é Soberana, que somente Ele está certo, somente Ele sabe, somente Ele entende. Devemos salientar Suas Grandezas Imensuráveis (sem medidas).

No versículo 11 nos leva a realizar o pedido para que nossas necessidades básicas sejam supridas, mas veja que a frase está como que demonstrando certeza de que SERÁ suprida “dá-nos hoje”, ou seja, se pede crendo. E além da certeza de que o Senhor suprirá as nossas necessidades, podemos ver que esta é uma oração realizada em horário matinal e não ao final do dia, pois ao final de um dia, poderemos ter a oportunidade de então agradecer por termos sido supridos. Mas o que quero chamar a nossa atenção, é que na oração não está pedindo para a semana, o mês, ou para o próximo ano, não, é para hoje apenas, isto mostra a coerência no ensino de Jesus de que não devemos andar ansiosos por coisa alguma

Mateus 6

31 Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir?

32 (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.

Devemos apenas aprender a viver o presente de Deus que é o presente momento, este é o presente de Deus para nós, vivermos a vida que temos agora, neste instante.

No versículo 12 vemos algo de extrema importância para nós, uma necessidade básica do ser humano, que não pode ser ignorada mas observada dia a dia, todos os dias, para podermos viver de forma leve, sem pesos desnecessários, culpas ou sentimentos que possam atormentar a nossa mente e com isto causar raiz de amargura em nosso coração, perdoar e se sentir perdoado.

Devemos perdoar e buscar perdoar (quando a ofensa às vezes nos foi pesada, devemos buscar até conseguir perdoar o ofensor) e isto independe se o ofensor se sentiu culpado ou não, se veio e pediu perdão a nós ou não, devemos liberar o perdão, pois fará bem a nós perdoar e outra coisa muito importante, se sentir perdoado, mesmo quando ofendemos alguém e a pessoa não quer esquecer da ofensa, devemos entender que, quem realmente perdoa os pecados é Deus e não nós, nós apenas nos livramos do fardo, do peso e nos damos a chance de fazer diferente, de melhorarmos. Então, não importa se quem ofendemos não quer nos perdoar, se acha que não merecemos o perdão, se deseja nos ver cada vez mais infelizes porque, afinal, erramos, quem pensa assim não conseguirá ter a paz de Cristo em seu coração. Devemos pedir o perdão a Deus e à pessoa ao qual ofendemos e pronto, saber que a partir deste momento, estamos perdoados, logo, livres do peso que isto poderia representar para nós.

E finalizando, devemos professar em nossas orações e, como disse acima, estar isto em nossos corações, que o Senhor nos livra do mal, nos dá o escape das tentações, nos dando condições de nos fortalecer dia a dia, crescendo na graça e no poder do Espírito Santo, pois é dEle o Poder, o Reino e a Glória, ou seja, é tudo dEle e tudo Ele pode realizar a nosso favor.

Não sei como foi o seu dia hoje, ou como tem sido os seus dias ultimamente, mas de uma coisa tenho certeza, comece a viver a oração modelo dia a dia, um passo de cada vez, sendo instruído pelos ensinamentos contidos nela e verás a Glória de Deus se firmando em sua vida. Dia a dia se tornará um ser menos ansioso, cada vez mais equilibrado e como consequência da mudança de pensamentos, um ser cada vez mais grato pela vida que o Pai te dá neste momento.

Por:

Serva Rosemary Gomes

Publicado por ministeriorg

Uma mulher que só encontra sentido na vida em realizar trabalhos para o Senhor, este Blog é um destes trabalhos, pois ainda tenho muitos outros trabalhos, todos destinados a adorar e a exaltar a Deus pelas suas maravilhas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: